O setor industrial é responsável por 90% do uso da água no Brasil

O Brasil enfrenta uma situação preocupante a respeito do uso e desperdício de água. De acordo com os relatórios do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento do Ministério das Cidades, a Região Sul do Brasil desperdiça aproximadamente 37% do volume total de água do Brasil.

Mas se engana quem acha que o desperdício acontece por uso doméstico. As atividades do lar estão apenas na terceira colocação entre os responsáveis pelo consumo de água, registrando somente 8% de toda a utilização dos recursos hídricos.

O Brasil é considerado um país com forte produção no setor econômico, por isso, 72% de toda a água do país é utilizada em atividade agropecuária. Logo depois, aparece a atividade industrial, que utiliza 22% dos recursos hídricos.

 

O desperdício é um desafio para o agronegócio

30% do PIB brasileiro é de responsabilidade do agronegócio. Mas o maior desafio da agricultura é aumentar a produção dos alimentos sem que ele cause mais impactos negativos ao meio ambiente.

Além do consumo de água, outra preocupação do setor é que 50% do volume utilizado na irrigação são perdidos por execução incorreta ou falta de controle na quantidade usada em lavouras.

Esse problema poderia ser resolvido com um planejamento que contenha informações sobre o clima e o solo, para definir a quantidade o momento exato para executar a irrigação.

 

A gestão do uso hídrico pode reduzir o alto consumo

No setor industrial, a água de reuso pode ser eficiente como método de economia. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), são retirados por segundo 2,3 milhões de litros de água dos rios para uso industrial.

Grande parte do problema, então, é causada por vazamentos dentro do setor industrial. A melhor alternativa pode não ser barata, já que é necessário a troca de tubulações antigas e de maquinário defeituoso. Além disso, existem hoje no mercado aparelhos tecnológicos que reduzem o consumo em até 75%.

A Sanear possui uma forma segura e eficiente de garantir à economia da água. Isso tudo com qualidade e baixo custo

 

Estação de Tratamento de Água: são ideais para captação e potabilização da água de poços, rios, lagoas, para uso temporário ou permanente em indústrias, hospitais, condomínios, canteiros de obras, etc. As estações são dimensionadas de acordo com as necessidades locais, atendendo a demandas de pequenas e grandes vazões. A água passa por um processo completo de tratamento físico-químico e de desinfecção, tornando-a própria para o consumo humano, dentro dos padrões de potabilidade.

 

Mini Estação de Tratamento de Água: filtra e clora a água com vazão de até 2 a 4m³/hora. Equipamento com flutuadores e cabo para amarração, é ideal para tratar água em caso de inundações, desastres naturais e embarcações. O sistema funciona por separação. Juntamente com a mini estação, seguem um analisador para determinação dos índices de cloro e sobressalentes dos meios filtrantes.

Com mais de 20 anos de mercado, a Sanear Brasil desenvolve produtos com foco na sustentabilidade. Com fabricação própria e produtos para pronta-entrega, a Sanear também desenvolve projetos padronizados sob medida, entrega e faz instalações em tempos recorde, tudo isso sem perder qualidade. Sanear é a melhor opção para tratamento de Água e Esgoto do Brasil.